Ouça agora na Rádio

N Notícia

Grêmio tropeça e fica no empate com o Bahia na Arena pela Copa do Brasil

FOTO: Lucas Uebel/Grêmio)

Grêmio tropeça e fica no empate com o Bahia na Arena pela Copa do Brasil

Informações Compartilhadas Superesportes

O Grêmio empatou nesta quarta-feira com o Bahia por 1 a 1 na Arena pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Durante a partida, os gaúchos não souberam se impor nos seus domínios. Apesar de ter mais volume e posse de bola, os mandantes não souberam superar a marcação do Tricolor Baiano.

Caso o confronto termine novamente empatado na próxima semana, a decisão da vaga para a semifinal será nas penalidades. Quem vencer no tempo normal avança e espera o vencedor do confronto entre Atlético-PR e Flamengo.
 
A partida de volta está marcada para o dia 17, quarta, às 19h15min (de Brasília), na Arena Fonte Nova. Pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio recebe no sábado o Vasco, às 17 horas (de Brasília), na Arena. No mesmo dia o Bahia pega o Santos, às 19 horas (de Brasília), no Pituaçu.

O jogo

 
Com a presença de Everton em campo, o Tricolor Gaúcho tomou a iniciativa. Por sua vez, os baianos recuam as suas linhas e especulam as jogadas de contra-ataque.
 
Os donos da casa enfrentam dificuldades de infiltrar na área dos visitantes. Apesar de ter mais posse de bola, o Tricolor Gaúcho até agora não conseguiu vencer o ferrolho dos baianos. Aos 22, o lateral-direito Nino Paraíba, lesionado, foi substituído por Flávio. Quando pegava na bola, o atacante Everton causava pânico nos defensores do Bahia.
 
Passado mais de 30 de minutos, os comandados de Renato Portaluppi não conseguiram criar nenhuma oportunidade clara de gol. Aos 31, Elber recebeu passe na esquerda e tocou na entrada da área para Eric Ramires, que chutou de primeira. A bola passou ao lado do gol de Paulo Victor.
 
A equipe gremista chegou com perigo em três ataques seguidos. Aos 32, Everton acertou boa finalização de fora da área, mas a bola desviou e saiu ao lado do gol defendido por Douglas Friedrich. Aos 33, Jean Pyerre chutou da entrada da área e acertou a trave dos baianos. Aos 37, bola levantada na área do Bahia, Juninho vacilou e André, na pequena na área, cabeceou a queima roupa para a defesa do arqueiro. Ele fez uma defesa providencial para manter o empate.
 
Nos últimos dez minutos, os mandantes cresceram na partida e conquistaram uma vantagem merecida. Aos 45, Everton foi lançado, Douglas saiu do gol para fazer a interceptação, mas derrubou o atacante gremista e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Everton não deu chances para Douglas Friedrich sair na foto e fez o primeiro tento.
 
Uma etapa inicial no qual o Grêmio não conseguiu se impor diante da forte marcação dos baianos. Mas Everton ao lado de Jean Pyerre foram o fator de desequilíbrio em favor dos gaúchos na reta final do primeiro tempo.
 
Os baianos haviam atacado pouco, porém no começo do segundo tempo alcançaram a igualdade. Aos 03, Moisés desviou e Gilberto, livre de marcação na segunda trave, completou para o gol vazio. Em busca da vantagem outra vez, o Tricolor Gaúcho se lançou novamente para frente.
 
Bem fechado, o Bahia procurou amarrar a partida e insistiu bastante na bola aérea. O técnico Renato Portaluppi foi vaiado por torcedores pelo fato de ter sacado Jean Pyerre e colocado Luan. Aos 22, Everton é lançado na esquerda, conseguiu espaço e chutou de fora da área. Aos 25, Luan ficou com sobra de bola na intermediária e acertou um belo chute. A bola passou perto da meta de Douglas.
 
Mesmo com mais força ofensiva, o Grêmio vem esbarrando na marcação do Bahia que praticamente não cede espaços. Aos 33, muito vaiado pela torcida o centroavante André foi substituído por Felipe Vizeu. Aos 34, Artur é lançado em velocidade, chamou Cortez para dançar e chutou cruzado. Paulo Victor defendeu e impediu a virada do Bahia.
 
Sem muita organização e na base da abafa, o Tricolor Gaúcho bem que tentou fazer o segundo tento, mas parou no forte sistema defensivo dos baianos. Aos 40, Felipe Vizeu sentiu uma lesão e não pode continuar em campo. O Grêmio como havia feito as três modificações ficou com dez até os últimos minutos. Aos 43, Luan arriscou de fora da área e Douglas Friedrich faz grande defesa.
 
No contra-ataque no minuto seguinte, o rápido Artur se livrou de Kannemann com facilidade, ficou cara a cara com Paulo Victor, mas finalizou para fora. Que oportunidade perdeu o Bahia de virar o jogo. Com um mais em campo, os baianos tocaram a bola de um lado para o outro e conquistaram um bom resultado fora de casa.
 
GRÊMIO 1 x 1 BAHIA

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Maicon, Alisson (Pepê) e Jean Pyerre (Luan), Everton e André (Felipe Vizeu)
Técnico: Renato Portaluppi
 
BAHIA
Douglas, Nino Paraíba (Flávio), Juninho, Lucas Fonseca e Moisés, Gregore, Elton, Artur e Eric Ramires (Guerra), Élber e Gilberto (Fernandão)
Técnico: Roger Machado
 
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 10 de julho (quarta-feira)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ).
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ) auxiliado por Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ).
Renda: R$ 892.916,00
Público Total: 28.838
Cartões amarelos: Moisés, Lucas Fonseca (Bahia), Matheus Henrique, Leonardo Gomes (Grêmio)
GOLS: Everton Cebolinha, aos 47min do 1ºT; Gilberto, aos 3min do 2ºT
FONTE: Superesportes
Link Notícia

Peça sua Música

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo