Ouça agora

Ouça agora

Estado de SP entrega veículos e maquinários para 80 municípios

Imagem Noticia

São Paulo

Compartilhe agora

Postado em 24/11/2022 por Sistema Plug

O Govenador Rodrigo Garcia entregou nesta quarta-feira (22), em Campinas, 107 veículos e maquinários pesados para 80 municípios no âmbito do programa Nova Frota – SP Não Para. A remessa faz parte dos mais de 3 mil equipamentos essenciais para prestação de serviços municipais distribuídos em todo o estado, com investimento de mais de R$ 1 bilhão. Rodrigo também assinou autorização para abertura de concurso para pesquisador científico para os institutos ligados à Agência de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).

“Fizemos uma grande entrega para o agronegócio paulista. Vários municípios estão recebendo equipamento do Nova Frota para a manutenção de estradas rurais e para o apoio ao pequeno e micro agricultor. Entregamos também vans adaptadas para o transporte de pessoas com deficiência, que se somam a várias ações do estado de São Paulo dentro do maior programa de inclusão já realizado”, disse Rodrigo Garcia.

Entre os equipamentos anunciados estão 18 vans acessíveis e 89 veículos e maquinários pesados distribuídos em caminhões basculantes, motoniveladoras, pás carregadeiras, caminhões pipa, retroescavadeiras e tratores. “O programa Nova Frota facilita o trâmite para aquisição de veículos e maquinários essenciais utilizados na prestação de serviços à população. O Governo do Estado está aqui para apoiar os municípios”, frisou o secretário de Desenvolvimento Regional, Rubens Cury.

Ao todo, 80 municípios foram contemplados com veículos e maquinários: Aguaí, Angatuba, Aparecida, Araras, Areiópolis, Arthur Nogueira, Avaré, Bananal, Bertioga, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Campo Limpo Paulista, Cabreúva, Campos do Jordão, Carapicuíba, Chavantes, Coronel Macedo, Cosmópolis, Cristais Paulista, Cunha, Divinolândia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Espirito Santo do Pinhal, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Gália, Guararema, Guaratinguetá, Ibirá, Itanhaém, Itapetininga, Itapuí, Itaquaquecetuba, Itobi, Jaguariúna, Joanópolis, Jumirim, Leme, Limeira, Macatuba, Manduri, Nazaré Paulista, Óleo, Pindamonhangaba, Pinhalzinho, Piquete, Piracaia, Pirassununga, Piratininga, Poá, Porto Feliz, Ribeirão Corrente, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Bárbara D’Oeste, Santa Branca, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Cruz do Rio Pardo, Santa Gertrudes, Santa Isabel, Santa Rosa de Viterbo, Santana de Parnaíba, Santo Antônio de Posse, Santo Antônio do Jardim, Santo Antônio do Pinhal, Santo Bento do Sapucaí, São Bernardo do Campo, São João da Boa Vista, São Roque, Serra Azul, Severínia, Tapiraí, Taubaté, Tejupá, Tietê, Torre de Pedra, Trabiju, Vargem, Vargem Grande Paulista, Várzea Paulista e Votorantim.

O Nova Frota – SP Não Para reúne veículos como ambulâncias, vans, caminhões de coleta seletiva e caminhões pipa, além de máquinas pesadas como tratores, moto niveladoras, trituradores de galho de grande porte, retroescavadeiras, entre outros. Todas as prefeituras do Estado estão aptas a participar, bastando acessar o site https://www.novafrota.sp.gov.br/ e indicar as necessidades do seu município.

Concurso público

Na agenda realizada em Campinas, Rodrigo Garcia autorizou a realização de concurso para Pesquisador Científico I aos institutos da Agência de Tecnologia dos Agronegócios. Serão disponibilizadas 37 vagas distribuídas em 30 áreas de especialização, divididas em: 9 vagas para o Instituto Agronômico (IAC); 6 vagas para o Instituto Biológico (IB); 6 vagas para o Instituto de Pesca (IP); 5 vagas para o Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL); 5 vagas para o Instituto de Zootecnia (IZ); 4 vagas para o Instituto de Economia Agrícola; e 2 vagas para a APTA Regional.

“Este concurso é mais um sinônimo do reconhecimento da pesquisa. Já tivemos o investimento de R$ 102 milhões e agora com a contratação de novos profissionais reforça ainda mais o compromisso do Governo do Estado com os sistemas de inovação e desenvolvimento de novas tecnologias e soluções para o setor agropecuário”, ressaltou Sérgio Tutui, coordenador da APTA.